Quinta, 26 de Maio de 2022

Poucas nuvens

Piraí do Sul - PR

Geral Paraná

Estado lança programa de bolsas para pesquisadores que ajudarem cientistas ucranianos

A Fundação Araucária e a Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior divulgam nesta quarta-feira (11) a chamada pública referente ao ...

11/05/2022 às 16h55
Por: Redação... Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: SETI
Foto: SETI

A Fundação Araucária e a Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior divulgam nesta quarta-feira (11) a chamada pública referente ao Programa Institucional Universidades [email protected]: Acolhimento Extensionista aos Cientistas Ucranianos.

Ela é direcionada a pesquisadores e extensionistas das Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICT) do Paraná e o objetivo é acolher, apoiar e incentivar trabalhos em cooperação com pesquisadores ucranianos. O Governo do Paraná também já lançou o edital do Programa de Acolhida a Cientistas Ucranianas, cujo objetivo é apoiar financeiramente as próprias pesquisadoras europeias.

As propostas do novo edital serão financiadas no limite de até R$ 888 mil. Será disponibilizada uma Bolsa Orientador Extensionista no valor de R$ 1.375,00 mensais (período de execução de até 12 meses, com possibilidade de prorrogação por mais 12 meses), com objetivo de promover articulação com o Programa de Pós-Graduação em que está inserido o cientista ucraniano, acompanhar o pesquisador nas atividades extensionistas, e introduzir o pesquisador ucraniano no contexto extensionista das universidades paranaenses.

Também serão oferecidas Bolsas Técnico-Extensionistas de R$ 1.310,00 mensais (período de execução será de até seis meses) com objetivo primordial de acolhimento: colaborar na busca por moradia, acompanhando os cientistas em imobiliárias, apartamentos e/ou casas, orientar quanto ao uso do dinheiro brasileiro e do sistema de saúde pública, e acesso à documentação legal. 

Os objetivos gerais são prestar apoio nas atividades cotidianas dos pesquisadores ucranianos e suas famílias, integrando-os na vivência acadêmica brasileira por meio da extensão científica e apoiando na compreensão do idioma. Outra orientação geral é o apoio na adaptação às especificidades regionais de cada universidade acolhedora.

O edital ajuda a dar corpo para a elaboração de propostas inovadoras que contribuam para o desenvolvimento social da comunidade paranaense e integra os pesquisadores ucranianos aos Novos Arranjos de Pesquisa e Inovação no Paraná (NAPIs) que vêm sendo fomentados pela Fundação Araucária ou que apontam aderência a algum ecossistema de inovação.

As áreas prioritárias são agricultura e agronegócio, biotecnologia e saúde, energias inteligentes, cidades inteligentes, educação, sociedade e economia, desenvolvimento sustentável, e transformação digital.

“Este edital é mais uma ação relacionada ao Programa de Acolhida a Cientistas Ucranianas, iniciativa que tem como foco receber as cientistas na comunidade paranaense, mas também em colaborações conjuntas futuras para a reconstrução e fortalecimento da economia ucraniana por meio da ciência e inovação, tudo concretizado em parceria com o Governo do Estado”, destaca o presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhaftig.

“Ações como esta espelham a essência da extensão universitária, pois demonstram o que é pensar na transformação social por meio de medidas práticas. Extensão vai além da assistência social. Esse programa é uma oportunidade não apenas em termos solidários, mas também com o propósito de integração do conhecimento desses colegas com a nossa realidade”, completou a coordenadora do Fórum dos Pró-Reitores de Extensão das Instituições de Educação Superior Públicas Brasileiras da Regional Sul, Fabiana Regina Veloso.

CIENTISTAS UCRANIANAS– O edital para cientistas ucranianas conta com bolsas na categoria Pesquisador Visitante Especial 1 (PVE1), para pessoas com mais de cinco anos de experiência como docente universitária e com respectivo grau de produtividade acadêmica, com duração de até 24 meses cada, no valor mensal de R$ 10 mil; e categoria Pesquisador Visitante Especial 2 (PVE 2), para pessoas com menos de cinco anos de experiência como docente universitária, com duração de até 24 meses cada, no valor mensal de R$ 5.500,00. 

Cada pesquisador-visitante poderá receber auxílio complementar de R$ 1.000,00 para cada dependente abaixo de 18  anos e/ou ascendente acima de 60 anos. O limite será estabelecido em três complementos de R$ 1.000,00 para cada cientista selecionada.

Até o momento a Fundação Araucária recebeu 12 inscrições de pesquisadores que já tiveram seus planos de trabalho aprovados. A próxima etapa engloba as assinaturas dos convênios junto às Instituições de Ensino Superior que farão o acolhimento. Esse programa é de fluxo contínuo.

As propostas do novo edital já podem ser submetidas e a divulgação dos resultados será realizada por meio de Ato da Diretoria Executiva no site da Fundação Araucária . Para ter acesso ao edital clique AQUI .

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Piraí do Sul - PR Atualizado às 05h07 - Fonte: ClimaTempo
Poucas nuvens

Mín. Máx. 24°

Sex 25°C 10°C
Sáb 26°C 11°C
Dom 22°C 12°C
Seg 19°C 12°C
Ter 20°C 13°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias