Segunda, 10 de Maio de 2021 19:01
42 9.8848-9296
Geral Paraná

Consórcios apresentam propostas de preço para novos estudos da Ponte de Guaratuba

DER vai iniciar negociação para contratar o consórcio de empresas que realizará os estudos preliminares de engenharia e estudo de impacto ambiental...

23/04/2021 18h58
8
Por: Redação... Fonte: Secom Paraná
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira (23) foram abertas as propostas de preço de seis consórcios que disputam a licitação para elaboração dos estudos preliminares de engenharia e Estudos de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) da implantação da Ponte de Guaratuba e seus acessos, no Litoral do Estado. A sessão de abertura das propostas aconteceu na sede do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR), em Curitiba.

A iniciativa integra o Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná, uma parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A licitação acontece na modalidade Seleção Baseada na Qualidade e Custo (SBQC), em que o vencedor é definido de acordo com as melhores propostas de preço e técnica. As propostas técnicas dos consórcios participantes já foram analisadas pelo DER/PR na etapa anterior.

CONTRATO– Agora, o consórcio com a melhor avaliação será convocado para negociação do contrato. Quando o DER e o consórcio concluírem essa negociação, o resultado será analisado pelo BID e, caso não haja objeções, será publicado o resultado final da licitação.

A partir daí começam os trâmites internos para a assinatura de contrato. Após a assinatura, o passo seguinte é a emissão de ordem de serviço.O prazo para finalização dos estudos é de 420 dias (14 meses).

Com a conclusão do EIA/RIMA e estudos preliminares, a expectativa do DER/PR é licitar a elaboração dos projetos básico e executivo de engenharia da ponte.

VIABILIDADE -O estudo de impacto ambiental vai utilizar como base o Estudo de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental (EVTEA) da Ponte de Guaratuba, já concluído e aprovado pelo DER/PR.

Entre as cinco alternativas de traçado apresentadas no EVTEA, o novo edital vai validar ou propor alterações para as três mais viáveis, buscando a melhor solução para a obra, dos pontos de vista ambiental e técnico. Em comum, elas preveem três faixas de tráfego, faixas de segurança, barreiras de segurança, além de ciclovia/passeio para ciclistas e pedestres.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias